Diferenças entre os tipos de ativos e passivos financeiros

Empresários muitas vezes têm que lidar com alguns termos da contabilidade, mesmo que contratem serviços de terceiros. Como são termos muito técnicos, quem está começando fica meio perdido no significado de alguns. Se você ainda tem dúvida sobre alguns termos contábeis, nossa publicação de hoje mostrará o que os termos contábeis ativo e passivo significam e os seus variados tipos.

Ativo é a reunião de todos os direitos, bens e valores que devem ser recebidos de uma entidade. Isso significa é tudo que a sua empresa tem a receber de outra. Já o passivo é totalmente o contrário. Passivo é o conjunto de obrigações, financeiras ou não, de sua instituição com outras empresas. Para facilitar um pouco mais, há alguns tipos de ativos e passivos que vamos especificar agora. Veja:

Tipos de ativos:

- Ativo circulante: representa aquilo que se tem a receber em curto prazo, até o término do exercício social da sua empresa (espaço de tempo entre um balancete financeiro e outro). Temos como exemplos o dinheiro em caixa ou em bancos, duplicatas, estoques, entre outros.

- Ativo disponível: são todas as contas que podem ser liquidadas (recebidas) imediatamente. Exemplo: dinheiro disponível em caixa.

- Ativo diferido: são todos os gastos que a empresa teve, porém que podem ser resgatados mais adiante. Exemplos: gastos com a pré-organização da empresa, investimento em pesquisas, pagamentos feitos com o intuito de reestruturar societariamente a empresa, entre outros.

- Ativo fictício: são todos os valores que constam somente no Balanço Patrimonial, mas que não fazem parte do patrimônio da empresa. Exemplo: dinheiro ou bem dado como pagamento de propina.

- Ativo oculto: são valores que existem, porém não constam no Balanço Patrimonial. Exemplo: propinas recebidas.

- Ativo permanente: são receitas que não precisam ser transformados em dinheiro, não havendo prazo para venda, ultrapassando um exercício social.

- Ativo realizável a longo prazo: representa tudo o que a empresa tem para receber após o término de seu exercício social. Exemplo: valor de empréstimos realizados a sócios ou acionistas.

Tipos de passivos:

- Passivo a descoberto: acontece quando o ativo da empresa é menor do que o passivo. Assim, é mostrado o saldo devedor.

- Passivo circulante: aquilo que deve ser pago até o final do exercício social da empresa. Exemplos: duplicatas empréstimos, salários de funcionários, entre outros.

- Passivo exigível a longo prazo: pagamentos que serão feitos após o término do exercício social da empresa.

- Passivo fictício: constam no Balanço Patrimonial, mas já não existem, pois já foram quitadas.

- Passivo não exigível: a empresa não é obrigada a pagar essas despesas.

Ainda tem alguma dúvida? Entre em contato conosco. :)